10 FILMES para assistir no dia do ROCK

Por eliana   /   Publicado em 13 de jul   /   Na categoria Última notícia   /   Comentários desativados

10 FILMES para assistir no dia do ROCK

1 – Detroit Rock City

Em 1978, quatro adolescentes embarcam numa louca aventura rumo ao show de sua banda favorita, o KISS, na cidade de Detroit. Levados pela paixão pelo grupo de rock, nada poderá impedir o grupo de assistir o grandioso espetáculo.

Detroit-Rock-City-768x509

-

2 – Pink Floyd – The Wall

A história do “The Wall” é contada apenas com a música do Pink Floyd, imagens e efeitos naturais. Não há diálogos convencionais para o progresso da narrativa. Nossa história é sobre Pink, um astro do rock and roll que se senta trancado em um quarto de hotel, em algum lugar em Los Angeles. Muitos shows, muitas drogas, muito aplauso: um caso perdido. Na TV, um filme de guerra demasiado familiar preenche a tela. Uma mistura de tempo e lugar, realidade e pesadelo quando entramos nas memórias dolorosas de Pink, cada uma um “tijolo” no muro que ele tem gradualmente construído em torno de seus sentimentos.

DetrPink-Floyd-the-wall-768x429

-

3 – The Runaways – Garotas do Rock

O filme conta a história da banda The Runaways, centrada em especial nas integrantes Joan Jett e Cherie Currie. O grupo alcançou imenso reconhecimento como a primeira banda de sucesso de rock formada apenas por mulheres, na década de 70. Além de Jett e Currie, Runaways contava com a baterista Sandy West, a guitarrista Lita Ford e a baixista Jackie Fox. A banda permaneceu unida durante quatro anos, terminado em função de problemas com dinheiro e empresários.

The-runaways-Garotas-do-Rock

-

4 – Os Reis do Iê Iê Iê

O ano é 1964 e a Beatlemania está no seu auge. Os quatro rapazes de Liverpool estão a ponto de mudar o mundo da música – se conseguirem deixar o quarto do hotel onde estão hospedados. Enfrentando produtores nervosos, fãs histéricos e parentes problemáticos, Paul, John, George e Ringo buscam de todas as maneiras se divertir e ao mesmo tempo cumprir seus compromissos firmados.

Os-reis-do-Lé-lé-lé

-

5 – A Grande Trapaça do Rock & Roll

A história em questão gira em torno de como Malcolm MacLaren “inventou” os Sex Pistols e, por que não, como tudo desmoronou; pois em cerca de dez mandamentos devidamente ilustrados, ele explica passo a passo como fazer dinheiro do caos, já que um “lucro sujo não é nenhuma novidade”, conforme diz a letra que dá título ao filme.

A-grande-trapaça-do-rock-n-roll

-

6 – Os Anos do Heavy Metal – O Declínio da Civilização Ocidental

The Decline of Western Civilization Part II: The Metal Years é um documentário dirigido pela Penelope Spheeris e se trata da cena do Heavy Metal de Los Angeles entre 1986 e 1988.
O filme contem cenas de shows e entrevistas de artistas como Aerosmith, Kiss, Megadeth, Motörhead, Ozzy Osbourne, W.A.S.P, Alice Cooper e mais uma porrada de bandas que faziam sucesso na época (algumas nem tanto).

Os-Anos-do-Heavy-Metal-O-Declínio-da-Civilização-Ocidental

-

7– Aqui é o Meu Lugar

Heyenne é um ex-astro de rock. Aos 50 anos, ainda se veste como gótico e vive da renda dos direitos de suas músicas, em Dublin, na Irlanda. A morte de seu pai, com quem não falava há muitos anos, o leva de volta a Nova York. Lá, ele descobre que o pai tinha uma obsessão: encontrar e se vingar de um oficial nazista pelas humilhações sofridas num campo de concentração durante a 2ª Guerra. Cheyenne decide continuar a busca, e inicia uma viagem através dos Estados Unidos na tentativa de encontrar o carrasco de seu pai.

Aqui-e-o-Meu-Lugar

-

8 – O Prisioneiro do Rock

Enviado para a prisão após matar um homem acidentalmente, Vince Everett (Presley), resolve cantar atrás das grades. Um golpe de sorte, coloca frente a frente, uma bela caçadora de talentos de uma gravadora, e Vince tem a oportunidade da sair da cadeia e se tornar um astro do rock.

O-prisioneiro-do-rock-768x576

-

9– Os Piratas do Rock

Em 1966, a BBC tocava apenas duas horas de rock por semana. Mas uma rádio pirata, muito agitada por sinal, resolveu pegar o estilo e botá-lo no ar por 24 horas. Montada por diversos DJs dentro de um grande navio de pesca, a nova estação de rádio conseguiu um número surpreendente de ouvintes: 25 milhões, mais da metade da população da Inglaterra. A discotecagem fica por conta de um elenco super eclético de baladeiros: o despojado The Count (Philip Seymour Hoffman), considerado o deus das ondas sonoras, o irônico Dave (Nick Frost), o enigmático Midnight Mark (Tom Wisdow), Agnus Nutsford (Rhys Darby), possivelmente o cara mais irritante da Inglaterra, Quentin (Bill Nighy), o chefe da ‘rádio rock’, entre outras figuras.

os-piratas-do-rock

-

10 – The Doors

Jim Morrison, a voz e a alma dos Doors, um homem que marcou várias gerações e que ainda hoje nos faz interrogar se algum dia alguém o conheceu realmente. Oliver Stone, realizador pródigo em filmar polêmicas americanas, realizou em 1991 um filme sobre a ascensão dos Doors, terminando o filme com a morte de Jim Morrison, cuja frase do epílogo deixa a certeza das causas em aberto – dizem que Jim morreu de uma parada cardíaca. É, em seus certos exageros, a biografia de Jim Morrison e da banda The Doors, uma das mais influentes dos anos 1960. Mostra sua passagem pelo conturbado mundo do rock´n roll, onde as drogas e o sexo reinavam.

The-doors