Connect with us

Lançamentos

Testei – a HONDA GL 1800 GOLD WING TOUR

Publicado

em

Texto e fotos Por Eliana Malizia
A moto é pesada para pilotar? Você não tem medo de cair? Ela não é mais difícil de controlar? Aos medrosos de plantão, já logo aviso… “pilotar a Gold Wing é muito mais fácil do que você imagina”…
_

 

Primeira Honda Gold Wing – a GL1000  

 A primeira Gold Wing foi Lançada em 1975, com o motor de 1000 cc. Motor 999cm³, refrigeração líquida e quatro cilindros opostos fixado horizontalmente. E claro, foi um sucesso, ela oferecia velocidade e conforto, uma junção  nunca apresentada antes. O sucesso foi tanto, que em 1976, a Honda lançou uma série especial.

 
Curiosidade: O modelo de 2006, lançada primeiramente nos Estados Unidos, trazia o primeiro air-bag de série do mundo em uma motocicleta.
Testei – a HONDA GL 1800 GOLD WING TOUR
O motor de 6 cilindros, com 1.833 cm³ entregando 126 cv a 5.500 rpm e torque máximo de 17,3 a 4.500 rpm,

Chegou minha hora de testa-la, e assim que olhei a moto, logo passou pela minha cabeça, será que eu aguento? O tamanho dela assusta. Mas posso adiantar  que o tamanho dela é o tamanho do seu conforto, grande!
Estou falando de  2,58 metros de comprimento e 90,5 cm  de largura de muita sofisticação. Podendo chegar ate 500 kg, contando com bagagem e garupa.

A Gold Wing é a única e a primeira moto disponível com sistema de airbag de fábrica, uma inovação.

Eu pronta e ansiosa para acelerar a nova Gold, e de cara precisei da ajuda da marcha ré elétrica , já que tem este recurso,  para que usar a força das pernas ? PONTO SUPER POSITIVO.

A nova Gold Wing está mais compacta e leve (- 39 kg na versão Gold Wing e -18 kg na versão Tour),  que a versão anterior.

Na primeira acelerada entre os carros no trânsito, ja tive minha primeira impressão , “fácil” , muito fácil e suave de pilotar . Minha maior preocupação era o medo de sentir o peso da moto em baixa velocidade. Sabe quando você pilota uma moto grande, e quando você vai parar no fárol, o guidão da aquela “descontrolada”, então, esquece com a Gold, isso não acontece. Você não sente o peso da moto, mesmo em baixa velocidade e mesmo com garupa.
O câmbio DCT, oferece a inédita modalidade WalKing Mode,  que movimenta a motocicleta em velocidade limitada (1,8 km/h à frente e 1,2 km/h em marcha a ré) para auxiliar o piloto nas manobras de estacionamento.
\-
Depois de encarar com sucesso o primeiro desafio, o trânsito, entrei na rodovia totalmente tranquila e segura. Me adaptei rapidamente com a moto e a partir dali pude acelerar mais , dentro da velocidade permitida, claro!

O sistema DCT do câmbio de 7 velocidades é inédito na nova GL 1800 Gold Wing Tour. Isso permite que a touring ofereça uma troca de marchas suave e mais rápida. Esse tipo de sistema é excelente para viagens mais longas.
O câmbio DCT de dupla embreagem com 7 marchas pode ser utilizado na opção de pilotagem automática ou por troca manual, com mudanças por borboleta acionada na manopla.
O painel de LED é formado por uma tela de 7 polegadas contendo todas possíveis e imagináveis informações. Qualquer ação ou irregularidade aparece piscando na tela, como a pressão dos pneus ou um bagageiro que não foi devidamente fechado, aquecedor da manopla e bancos, além de muitos outros.
Ela vibra?
Não, a vibração é quase imperceptível. Mesmo nos mais altos giros. O motor ficou mais compacto e mais leve, e quando  pensava em acelerar mais forte, a resposta e torque foram imediatos.

Você encontra a disposição quatro diferentes modos de pilotagem: TOUR, SPORT, ECON e RAIN tudo controlado facilmente.
Traz também, acelerador eletrônico, controle de tração, assistente de partida em piso inclinado e sistema Start&Stop.

Confortável mesmo?
Opa, desde a sua primeira né?.. lá  em 1975, o grande sucesso foi exatamente por isso, perfeita para quem precisava de uma moto para longas viagens e com potência para chegar nos destinos mais rapidamente.
Agora a posição em que o piloto fica ( mais para frente da moto), esta ainda mais confortável , e pilotar a Gold esta ainda mais fácil.

O conjunto de suspensão também traz novidades e ajuda muito em todo esse conforto. Na dianteira, o sistema de direção passou a trabalhar separado do sistema amortecimento, dando ao conjunto maior agilidade no manuseio do guidão. Na suspensão traseira, encontramos um conjunto de balança do tipo monobraço conectado ao sistema pro-link, oferecendo maior estabilidade e segurança, principalmente em maior velocidade e curvas mais inclinadas.
Tanto a suspensão traseira como a dianteira tem a regulagem eletrônica automática através do modo de pilotagem selecionado, porém a regulagem da pré-carga da mola do amortecedor pode ser acionado de maneira independente, utilizando o comando eletrônico.
ABS de última geração e o sistema D-CBS (Dual Combined Braking System). Na dianteira, a Gold Wing conta com dois discos de 320 mm e, na traseira, um disco de 316 mm.
O sistema de som é potente e, graças à acústica que é criada pelo para-brisa de regulagem automática, entrega um som limpo e de muita qualidade. A Gold Wing é a primeira motocicleta a oferecer a conexão com o Apple CarPlay, que permite conectar  seu iPhone e operar aplicativos com mais praticidade e segurança.
CONSUMO MÉDIO? Pilotando maioria do tempo em rodovias, com garupa, a média foi de (19km/l ) podendo chegar até 21 (km/l).
E ai, curtiu? Então…se você tem um pouco mais de 160 mil, você leva isso tudo, sofisticação, segurança, tecnologia, conforto, uma moto com design futuristica e o melhor de tudo, sem dúvidas o que eu mais gostei, o  ronco do motor de 6 cilindros.
E pode se preparar para as babações e em cima da moto, para as perguntas e olhares curiosos. Ela é unica! 
Eliana Malizia

Ficha Técnica HONDA GL 1800 GOLD WING TOUR
  • Bateria: 12V – 20 Ah (10H)
  • Tipo: Diamond Twin Tube Type
  • Sistema Idiling Stop
  • Painel inovador de LED
  • Suspensão Traseira/Curso: Pro-Link / 105 mm
  • Suspensão Dianteira/Curso: Duplo Braço Oscilante / 110 mm
  • Freio Traseiro/Diâmetro: A disco / 316 mm
  • Freio Dianteiro/Diâmetro: A disco / 320 mm
  • Pneu Dianteiro: 130/70 – 18
  • Pneu Traseiro: 200/55 – 16
  • Farol: LED
  • Motor Tipo: OHC, seis cilindros 4 tempos, arrefecimento líquido
  • Cilindrada: 1.833 cc
  • Altura do assento: 745 mm
  • Bateria: 12V – 20 Ah (10H)
  • Combustível: Gasolina
  • Comprimento x Largura x Altura: 2.575 x 905 x 1.430 mm
  • Diâmetro x Curso: 73,0 x 73,0 mm
  • Distância entre eixos: 1.695 mm
  • Distância mínima do solo: 130 mm
  • Farol: LED
  • Ignição: Eletrônica
  • Óleo do Motor: 5,6 litros
  • Peso Seco: 369 kg
  • Potência Máxima: 126 cv a 5.500 rpm
  • Relação de Compressão: 10,5:1
  • Sistema Alimentação: Injeção Eletrônica PGM FI
  • Sistema de Partida: Elétrica
  • Tanque de Combustível: 21 litros
  • Torque Máximo: 17,3kgf.m a 4.500 rpm
  • Transmissão: 7 velocidades (câmbio DCT)

Preço público sugerido ( SP). Frete não incluso.

GL 1800 Gold Wing

A partir de R$ 142.012

 

Test Ride Honda Gold Wing Tour

Continue Lendo

Pesquisar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar nos títulos
Pesquisar nos conteúdos
Pesquisar nos posts
Pesquisar nas páginas

PARCEIROS

Newsletter

Cadastre-se para receber nossas novidades!

Facebook

Instagram

  • Quem te influenciou  a começar a pilotar motos?  Um amigo, amiga? família? algum influencer das Redes Sociais? Conta aí! E senta que lá vem minha HISTÓRIA!!!!
Quem será que foi minha grande INSPIRAÇÃO? 
Meu pai trabalhava na TV GLOBO ( desde a época da TV TUPI; primeira emissora da America latina).
Na época, a Rede Globo ficava no bairro Santa Cecilia, em São Paulo. Minha mãe ia todos os dias à noite buscar meu pai,e claro, eu ia buscar junto. Adorava ficar vendo os artistas saírem da emissora, em especial o apresentador Jô Soares, que ia embora sempre "super montado" em uma Harley-Davidson Fat Boy. Eu ficava fascinada, admirando todos detalhes da moto...eu tinha uns 8/10 anos de idade, e fui dai que comecei a sonhar ... e acreditar que quando eu crescesse, compraria uma moto. E assim foi, com 18 anos comprei minha primeira motinho! Não foi uma lindona igual do apresentador Jô Soares, claro! 
E conta aí, qual foi seu ou sua grande inspiração?  Ah, as Fotos, eu de Fat Boy, foros do meu pai na TV, Fotos do Jô Soares motociclista , e também uma foto de como está a Fat Boy que foi do Jô, foto de 2016 by @aldotizzani
  • Como e com quem você aprendeu a pilotar moto? Conte sua História pra mim? Sentiu medo? 
Eu aprendi sozinha, na marra, 20 anos atrás. Minha primeira motoneta foi um scooter Brandy Jaguar 100cc ( nem existe mais). Comprei pra não precisar de ônibus ( que na época já eram lotados) e  poder fazer meu curso de fotojornalismo no Senac Lapa . O curso era 3 vez na semana, e tinha que rodar 25 km ida e volta ( curso/casa). Mas também usava meu scooter para ir trabalhar , na época eu era Hostess no restaurante Galetos da Alameda Santos. E detalhe; o scooter era 2 tempos, e toda vez que chegava no restaurante, eu tinha que tomar um “banho” de lenço umedecido , para tirar o cheirinho “bom” de óleo! Haha. Scooter foi fácil aprender , só sai acelerando e pronto! ( hoje não é mais assim).
Na época eu não tinha CNH, ( oi guarda não me prende )! Aliás, muita gente rodava sem carta, eu não trabalhava com motociclismo , não tinha muita noção do certo e correto, inclusive nem usava equipamentos de segurança ( lembram-se, 20 anos atrás).
Até que cansei do scooter e comprei uma Suzuki Intruder 250cc, minha primeira moto de marcha. Quem me ensinou? Eu mesma, eu prestava atenção nos motociclistas no trânsito , na época não tinha vídeos da internet pra pesquisar! Aprendi na marra, acelerando, deixando moto morrer, errando marcha, pipocando!! E pior de tudo, meu primeiro role foi na Marginal Pinheiros, é mole? Mas eu aprendi, sozinha, com persistência e um pouco de sorte! Ah, mas depois tirei minha carta tá? Haha ( NÃO PILOTEM MOTO SEM CNH). Jamais! Outros tempos! Depois tive Yamaha Virago 250 ( que vendo pra ir estudar nos EUA), depois voltei para o Brasil,  comprei uma Suzuki GS500, BMW 650, e por aí vai.......ELIANA VIDA LOKA!!!! Conta sua história pra mimmm! ( na foto, eu de viraguinho , ano 2004)
  • E a gente tá como? Em casa, higienizando a parte interna dos meus CAPACETES. Sabia que a falta de limpeza do capacete pode causar problemas respiratórios? Então se liga nas dicas de como manter seu capacete sempre limpo; - Se você usa o mesmo capacete todos os dias, o forro interno deve ser lavado uma vez por semana.  Muita gente transpira  na cabeça, e isso facilita o crescimento de bactérias dentro do capacete. Se ele estiver sujo você pode se contagiar de doenças respiratórias e também pegar  micose. - Bom, então remova o forro interno e lave com detergente neutro. - Deixe secar na sombra em lugar arejado. Não deixa no sol, pode danificar o material. - Existe um produto da Motul bem bacana pra higienizar a parte interna do capacete ( facilita a vida) - Ah e fica a dica também, sempre que for pro rolê, tomar CUIDADO onde vai apoiar a base do seu capacete. Nunca no chão ( na foto tá no chão, porque ainda vou limpa-los) e se for deixar em cima de uma cadeira ou mesa , deixar ele com a abertura voltada para cima ou para o lado. NUNCA para baixo - o chão, bancos e cadeiras estão sempre com muitas bactérias!! #capacete #cuidadocomocapacete #axxis #mtcapacetes #helmet #higienização #bacteria #cdcacelerada limpandoocapacete #goprobr #casadocapacete #GoPro #HomePro
  • O que VOCÊS ESTÃO FAZENDO NA QUARENTENA? Conte aí!!! Pra quem esta em casa e com tempo sobrando.. SUGIRO - Fazer uma limpeza no armário, separar roupas que não usa mais para doação - Estudar algum idioma através de Apps - Ler alguns livros que estão na sua listinha e você nunca coloca em prática - Assistir documentários e  filmes na Netflix ( dei dicas no último post). - Aproveitar pra fazer  um dia de beleza, hidratar cabelos, esfoliar a pele, passar gororobas no rosto ( mel eu adoro). - Aprender a cozinhar ( 🤪) - Fazer alongamento e exercícios para fortalecer músculos - Comprar apenas coisas saudáveis e aproveitar o confinamento e comer apenas comidinhas saudáveis! O que mais? E você? Que está FAZENDO??? #quarentena #coronavirus #covıd19 #oquefazernaquarentena
  • Em casa? Com tempo pra dar e vender? Se liga! Quero sua dica de Filme também!! Apaixonados por motos podem encontrar alguns filmes, documentários e séries com temas relacionados a motos. Se você é apaixonado por motos como eu, fica ai a dica para quem assina NetFlix.
Tire o capacete, prepare a pipoca e bom filme! #filmesparamotociclistas #dicasfilme #dicasnetflix #filmesnetflix #netflix #quarentena #oquefazernaquarentena #covid_19 #coronavirus #lifestyle #motoclistas #motociclista #dicas #acelerada
  • Em tempos de Pandemia, não podemos esquecer “também”, dos #MotoEntregadores !!! Deixe vofe também seu bilhetinho de agradecimento para um moto entregador! Eles merecem! Meu bilhetinho de hoje foi.... Olá 
Moto entregador , como vai?
Obrigada por trazer o remédio até a minha casa!
Obrigada por trabalhar dia e noite para nos atender mesmo em tempos de guerra contra coronavírus!
Lhe deixo um simples presente, um par de luvas, para sua segurança, afinal, nós também nos preocupamos com você! 
Tenha um
Bom dia! 
Um abraço de “longe”, Eliana Malizia #motoentregador #motofretista #motoboy #ObgMotoEntregador #corona #coronavirusbrazil #coronavírusbrasil #coronovirusbrazil #pandemia  #covid_19 #covid19
  • Vamos aproveitar a quarentena e estudar algumas técnicas OFF ROAD para curtir seu próximo role de moto com mais segurança e confiança?  Hoje vamos falar sobre a POSTURA CORRETA! 
Então vamos lá, e quem tiver mais dicas, escreva pra nós! - Os braços devem estar sempre semi-arqueados para controlar melhor a moto e absorver melhor o impacto. - Tronco posicionado à frente.
- Ponta dos pés na pedaleira e joelhos pressionando levemente o tanque, para aliviar a força dos braços. - Olhar sempre para frente. - Quando pilotar em pé, mantenha os joelhos semi-flexionados para melhor absorção do impacto. E nesta postura, o ideal é projetar o tronco ainda mais para frente.
Ah e no vídeo, sou eu, numa Trip, de Yamaha Crosser aprendendo muito com os FERAS  @jorge.negretti @wellingtongarcia21 e @ricardomartins274
  • Quantas vezes me perguntaram “Eliana, QUAL FOI SEU MAIOR DESAFIO EM CIMA DE UMA MOTO”? Sem duvida alguma , meu maior desafio nestes meus 20 anos de experiência,  foi a trilha para chegar no Cânion Espraiado em Urubici. 
Uma trilha de apenas 12km. Difícil , nível Hard!! A trilha me parecia mais um enduro e tão exaustiva que parecia não ter fim, parei , cai, levantei, chorei, pensei em desistir, levantei de novo. Neste meio tempo, aparece @jorge.negretti e @ricardomartins274 do meu lado falando bem alto, “ cara, tá muito escorregadio e com muita pedra pontuda , tá muito difícil de subir”. Bom, se os TOPS PROFISSAS estavam achando difícil , imagina eu? Logo em seguida um colega nosso desistiu da trilha ... poutz! Fiquei mais tensa! Eu, única  mulher ali, e pra mim não fazia diferença alguma , não teria problema algum em desistir , mostrar que fiquei exausta e ir para o carro de apoio. Não tenho este orgulho, mas....tentar até o final é da minha personalidade, não gosto de deixar nada pela metade. Porém, eu tinha um grande SEGREDO ali, guardado só comigo, e não podia contar e nem desabafar com ninguém. Eu estava grávida de uns 40 dias, e não havia contado pra ninguém do grupo. Eu fiquei sabendo um dia antes da viagem, e não podia deixar a yamaha na mão. Parti para a viagem animada, mas confesso que um pouco insegura, eu carregava meu bebezinho. 
Pra quem não sabe, as primeiras semanas de gestação a gente se sente mais cansada e com muito sono. Na verdade eu não me sentia grávida e muito menos mãe , mas eu sabia ali que eu estava sim grávida! 
Eu não sei da onde tirei tanta força pra aguentar a trilha toda! Havia chovido, tinha muita lama, e sei que muitos motociclistas que tentaram seguir/subir até o Cânion, caíram, desistiram, quebraram a moto... poucos conseguem subir! Mas fui até o fim...com o incentivo dos meninos, com a minha força de vontade , e claro, a  Xtz Crosser facilitou a vida, mesmo com pneus não apropriados para uma trilha HARD, a moto é leve ...e isso ajudou muito! Ah, e no próximo post contarei mais sobre o Cânion Espraiado. Que este post sirva como motivação para todos aqueles que não acreditam em si mesmo! 💪
  • Atravessar um RIO , cheio de pedras “extremamente” 
escorregadias, e de moto? Oi? Pensei que fosse pegadinha, mas quando soube que não era, confesso que ADOREI o desafio e clarooooo fiquei super empolgada!!! Sem duvidas uma das melhores  partes da viagem! A 40 km de Cambará do Sul, no Rio Grande do Sul, o Parque Estadual do Tainhas abriga o curioso ‘Passo do S’. Um lajeado natural do rio Tainhas, onde o nível da água é mais baixo e por isso é possível atravessar de carro ou moto. E lá fui eu, de Yamaha Crosser!!!!
A experiência é conhecida como ‘Travessia do Passo do S’ , ah e não posso esquecer de contar - em poucos metros , o Rio vira uma queda de 20 metros de altura, é mole? Não! Mas foi lindo lindo lindo! Amanhã conto sobre a parte da viagem que senti muito medo, tremi, chorei e pensei em desistir... 😉🤪#passodoS #cambaradosul

Siga-me!

Mais Acessados

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com