Connect with us

Esporte e Ação

Eu corro

Quando eu estava prestes a completar 50 anos, um amigo me disse que naquela idade começava a decadência. Então resolvi fazer alguma coisa legal para comemorar a data e tive a ideia de fazer uma maratona. Já comecei a correr pensando nos 42 km.

Pouco tempo depois, outro amigo me passou um programa de treinos e fui seguindo como podia. No fim daquele ano, corri a Maratona de Nova York em 4h01. Isso foi em 1993, e desde então já participei dessa prova mais umas sete ou oito vezes.

Publicado

em

Eu Corro – Por Drauzio Varella
68 anos
médico

Quando eu estava prestes a completar 50 anos, um amigo me disse que naquela idade começava a decadência. Então resolvi fazer alguma coisa legal para comemorar a data e tive a ideia de fazer uma maratona. Já comecei a correr pensando nos 42 km.

Pouco tempo depois, outro amigo me passou um programa de treinos e fui seguindo como podia. No fim daquele ano, corri a Maratona de Nova York em 4h01. Isso foi em 1993, e desde então já participei dessa prova mais umas sete ou oito vezes. Também já corri em Chicago, Berlim e Joinville — meu melhor tempo é de 3h38, em 1994, em Nova York.

A maratona é minha distância preferida. Ninguém corre 42 km sem estar preparado, todo mundo ali sabe o que está fazendo, então existe muito mais respeito. Já participei de alguns revezamentos e provas menores, mas não gostei. Também fiz a São Silvestre e detestei, achei uma bagunça.

Treino duas vezes por semana no Parque do Ibirapuera e nos fins de semana procuro correr no Minhocão ou no centro da cidade. Aí vario os trajetos: passeio pela praça da Sé, largo de São Bento, Mercado Municipal. Cada treino varia entre 15 e 25 km, depende de quanto tempo tenho.

Também subo os 16 andares do meu prédio duas vezes por semana. Vou pelas escadas e desço pelo elevador, onde aproveito para ir me alongando. Repito isso entre oito e dez vezes. É puxado, mas me dá um fôlego danado e com certeza me ajuda a correr melhor.

Se as pessoas fizessem mais exercício, ficar parado seria menos penoso para o corpo. Quando você é sedentário, você se levanta e logo tem que se sentar de novo — e aquilo não te descansa. Quando você corre bastante e senta, é uma sensação muito boa.

Sempre levo meu tênis quando vou viajar. Tem coisa mais gostosa do em um dia de congresso você se levantar cedinho para treinar? Corro 2 horas e depois passo o resto dia sentado, sem culpa, ouvindo as pessoas falarem sobre os assuntos de que eu mais gosto. É uma delícia.

Para mim, a corrida é um antidepressivo maravilhoso. Sou muito agitado, faço muitas coisas e a corrida também me ajuda a relaxar. É o momento em que fico em contato comigo mesmo, vejo minhas limitações, e isso me deixa mais com o pé no chão. Por isso não corro ouvindo música e prefiro treinar sozinho.

No ano passado, fiz a Maratona de Berlim em 4h12. Depois pensei que se tivesse feito 2 minutos a menos teria me qualificado para Boston. Não quero estabelecer essa meta porque tenho medo de me frustrar, mas, se este ano eu conseguir fazer uma maratona em menos de 4h10, posso comemorar os 70 anos correndo em Boston.

Não tenho nenhum cuidado especial com alimentação. Antes do treino, bebo uma água de coco ou como uma fruta. Depois tomo café com leite e como pão, azeite e tomate. Não estou convencido de que existe um benefício real nesses géis e vitaminas, aminoácidos. Durante a maratona só bebo água, não tomo nem isotônico. Como cortei açúcar da minha alimentação há 34 anos, tenho medo de ficar enjoado e passar mal.

O exercício só é bom quando ele termina. Durante, é sofrimento. Às vezes você até libera uma endorfina no meio e dá uma sensação boa, mas o prazer mesmo vem quando você acaba.

Quem faz atividade física tem um envelhecimento muito mais saudável. Tenho quase 70 e não tomo nenhum remédio, peso 3 kg a mais do que na época da faculdade. As pessoas dizem: “Você é magro, hein? Que sorte!” Não é sorte, tenho que suar a camisa todos os dias.

Eu corro porque estou convencido de que o exercício físico é contra a natureza humana. Precisamos combater essa inércia. Nenhum animal desperdiça energia, ele gasta sua força para ir atrás de comida e de sexo ou para fugir de um predador. Com essas três necessidades satisfeitas, ele deita e fica quieto. Vá a um zoológico para ver se você encontra uma onça correndo à toa. Ou um gorila se exercitando na barra. Por isso é tão difícil para a maioria das pessoas fazer atividades físicas.

Um exemplo disso são meus pacientes. A grande maioria são mulheres com câncer de mama. Muitas passam por quimioterapia, perdem o cabelo, têm enjoos, fazem cirurgia para retirar parte do seio. E enfrentam esse processo com tanta coragem que fico até emocionado. Depois disso tudo, falo para elas que, se caminharem 40 minutos por dia, cortam pela metade a chance de morrer de câncer de mama. Esse índice é maior do que o da quimio, mas menos de 1% das minhas pacientes começam a fazer exercício. Vai contra a natureza humana.

Muita gente fala que não tem tempo de fazer exercícios. Dizem que acordam muito cedo para levar os filhos à escola, que trabalham demais, que têm que cuidar da casa. Antes eu até ficava com compaixão, mas hoje eu digo: isso é problema seu. Ninguém vai resolver esse problema para você.

Você acha que eu tenho vontade de levantar cedo para correr? Não tenho, mas encaro como um trabalho. Se seu chefe disser que a empresa vai começar um projeto novo e precisa que você esteja lá às 5h30, você vai estar lá. Você vai se virar, mudar sua rotina e dar um jeito. Por que com exercício não pode ser assim?

Nós temos a tendência de jogar a responsabilidade sobre a nossa saúde nos outros. Em Deus, na cidade, na poluição, no trânsito, no estresse. Cada um de nós tem que se responsabilizar pelo próprio bem-estar e encontrar tempo para cuidar do corpo. É uma questão de prioridades.

Se você não consegue fazer exercício de jeito nenhum, pelo menos tem que ter consciência de que está vivendo errado, que não está levando em consideração a coisa mais importante que você tem, que é o seu corpo.

Drauzio Varella é oncologista e já publicou 11 livros, entre eles Estação Carandiru

Fonte: Revista Runners Brasil

Continue Lendo

Pesquisar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar nos títulos
Pesquisar nos conteúdos
Pesquisar nos posts
Pesquisar nas páginas

PARCEIROS

Newsletter

Cadastre-se para receber nossas novidades!

Facebook

Instagram

  • Valeuuuu aceleradas - vídeo por mim @eliana.malizia 
Obrigada @erika_caveirao @axxisbymt @dodudagastronomia @usebandana @casadocapacete @redredbikers @coutinho181 @rust_hand.co @ktmbrasiloficial @triumphbr @yamahabrasil
  • Afinal, quais as vantagens do para-brisa? Pode não só aumentar o prazer de pilotar, mas como também melhorar o desempenho da moto. E mais, reduz o ruído e a trepidação que o vento faz sobre o capacete, desvia parte do vento frio e úmido e também o ar quente e seco, além de proteger contra insetos, pedriscos e coisitas arremessadas pelas rodas dos carros e caminhões, poluição, sujeira. Tem muitos que não gostam e não fazem questão ( na Heritage , a bolha e malas laterais são facilmente removíveis). 
Então, muita gente aí nem pensa em colocar porque em muitos modelos de moto realmente não combinam, interfere na estética.
...mas basta pegar estrada e aquela sensação gostosa de vento no rosto, se transforma em chuva de inseto e dor no pescoço né? 
Você já chegou tão cansado e dolorido de uma viagem e não entendeu o pq? Já parou para pensar que numa moto sem o para-brisa, o vento bate contra o seu peito e, para compensar, você precisa enrijecer todo o corpo, é uma luta contra o vento. Ao fazer isso por um tempo prolongado, os músculos dos braços, costas e pescoço estressam, levando a uma fadiga precoce. Então se não vai mesmo colocar o para-brisa, a dica é; alonga-se, muiiiiito, antes, nas paradas e depois. Ah e não se esqueça , amanhã é sabadão e tem dica de roteiro de viagem no site acelerada.com.br. Bjuuuuu
  • Quem aí é fotomaníaco como eu? Viagem sem foto pra mim é como viagem sem pequenos detalhes ( que faz toda diferença). Tem matéria com dica de viagem lá no site. Sousas e Joaquim Egídio, fui de Motorzão 114.  A modelo da vez, a Harley-Davidson Heritage... saiu bem na foto!!!!!
  • Dos modelos da Harley-Davidson, qual enche mais seus olhos? #publicidade #harleydavidson #harleydavidsondobrasil #acelerada #aceleradas #harleylifestyle #harleyaddicts #aceleradadeharley #mulheresmotociclistas #mulheresdeharley #harleystyle #mototurismo #mototerapia #dicadeviagem #viagem #turismo #turistando #viajaréviver #motoévida #apaixonadosporharley #apaixonadospormotos #onroad #harleysdesampa #harleysdeminas #harleysdesantos #harleysdosertao #harley #softailgram #softailheritage #harleydavidsonheritage
  • O que é mais prazeiroso pra você? O caminho, a estrada, ou o destino? Gosto da junção dos dois, curtir a estrada e chegar numa cidade bacana e conhecer a sua história, cultura, gastronomia... e vocês ? Estrada ou destino? #publicidade #harleydavidson #harleydavidsondobrasil #acelerada #aceleradas #harleylifestyle #harleyaddicts #aceleradadeharley #mulheresmotociclistas #mulheresdeharley #harleystyle #mototurismo #mototerapia #dicadeviagem #viagem #turismo #turistando #viajaréviver #motoévida #apaixonadosporharley #apaixonadospormotos #onroad #harleysdesampa #harleysdeminas #harleysdesantos #harleysdosertao #harley #softailgram #softailheritage #harleydavidsonheritage
  • Que tal um bate e volta de Moto amanhã!? Tem dica lá no site...
E vai um pedacinho da matéria... Visitei a Cidade em meados de Agosto ( sendo publicado agora em Setembro), neste dia os restaurantes estavam abertos, mas por conta da pandemia só podia comer na calçada…é sério!! Na calçada mesmo, sem cadeira, mesa..!! Pedi então minha marmitinha no restaurante Velho Valentin – quem me atendeu foi o Garçon chamado Agamenon ( chame por ele, o melhor). Achei um banquinho de madeira frente a casa ao lado, me arrumei ali mesmo para almoçar, e fiz amizade com um cão que me fez companhia e ganhou uns petiscos ( malandrinho). O bacana disso tudo? Minha preocupação era “caramba, e agora? Como farei pra dar a dica de restaurante, tirar fotos para os leitores da minha coluna no site”? Bom, aqui estou..é só contar a real história, são sempre as melhores, e assim foi. A gente tem que aprender a se adaptar com as surpresas, e foi diferente comer na calçada do vizinho, com gente entrando e saindo da casa o tempo todo, “foi uma experiência super elegante”, rs. Mas resumindo? a comida estava deliciosa e matei quem estava me matando. Espero que vocês não precisem almoçar na calçada, mas se quiserem se prevenirem liguem antes, ou levem um banquinho amarrado na moto ( hehe)! Depois me contem! Leia lá no site onde foi o rolê... pertin pertin de Sampa!#publicidade #harleydavidson #harleydavidsondobrasil #acelerada #aceleradas #harleylifestyle #harleyaddicts #aceleradadeharley #mulheresmotociclistas #mulheresdeharley #harleystyle #mototurismo #mototerapia #dicadeviagem #viagem #turismo #turistando #viajaréviver #motoévida #apaixonadosporharley #apaixonadospormotos #onroad #harleysdesampa #harleysdeminas #harleysdesantos #harleysdosertao #harley #softailgram #softailheritage #harleydavidsonheritage
  • Sem dúvidas as minhas matérias sobre viagens são as clicadas lá no site. Afinal? Quem não gosta de uma dica de roteiro pra ir de moto? E ebaaa....amanhã tem matéria no ar sobre Joaquim Egídio e Sousas em Campinas... 
Dias atrás postei nos stories um pouco do roteiro e para minha surpresa vários seguidores, ansiosos já pegaram a dica e me enviaram fotos mostrando que já fizeram o bate e volta. Fico tão feliz quando vocês fazem um roteiro que dei como dica ... vocês não fazem ideia!! Sou Feliz duas vezes, pela viagem e ver vocês satisfeitos com as dicas! Obrigada pelo carinho de sempre!!! Então ... não esqueçam, amanhã no site tem matéria completa sobre esse roteirinho delicia!!! No site www.acelerada.com.br #publicidade #heritage #softail #softailheritage #114 #motor114 #harleydavidson #harleydavidsondobrasil #lifestyle #motolifestyle #softailgram #axxisceleradas #axxis #aceleradadeharley #acelerada #adventure #joaquimegidio #joaquimegidioadventure #campinas #sousas #sousastour #mototurismo #mototerapia #mulheresmotociclistas aceleradas
  • Foto By @korolkovas - Se eu pudesse usava um filtro pra colocar uns quilinhos a mais nesta imagem aí de cima, sério!! Foto de 6 anos atrás e me lembro até hoje que me achava gordénha ( hoje entendo que gordo era o meu cérebro). 
Agora estou na fase que REALMENTE preciso perder peso. Mas ganhei por um ótimo motivo, tive uma bebê, a Bel, a coisa mais linda que já fiz na vida!!! Mas sabe que é engraçado ? A gente está vivendo uma época bacana onde as pessoas estão começando a SE TOCAR que é preciso assumir o corpo que tem, sem neuras , postar fotos com celulite ( todas nós temos), etc etc enfim... importante é o exames de sangue estar em ordem e estarmos de bem com nós mesmo, não deixar perder nossa identidade! Até confesso que curto mais meu rosto mais cheinho! Mas vou contar uma coisa pra vocês... durante a minha gestação, fui em diversos eventos de trabalho e não contei pra ninguém que estava grávida. Mas fiquei sabendo do zum Zum Zum das pessoas comentando “ nossa olha como a Eliana engordou”. Eu já estava com 5 meses Hehe, mal sabiam eles! 
É minha gente... por mais que a cabeça da gente mude , e a gente amadureça, seja mais auto confiante, mudar a cabeça do mundo ainda é e será uma luta daquelas!!!! Me incomodou? Não ... mas apenas lembrei disso porque hoje recomeço minha dieta, pra ficar sarada? Não, apenas pra melhorar minha saúde, pois joelho e lombar não andam muito bem! Partiu treinar, bem-estar é vida! E chocolate, pizza e celulite , tudo junto e misturado forever!!! Mas com moderação! E lembra-se - Confiança e autoestima são muito mais atraentes do que um corpo sarado né ?”. Opa, mas eles ( ou elas 🌈) primeiro olham para seu corpo e depois para sua consciência? Bom, nesse caso é você quem decide o que gostaria que mais chamasse a atenção de alguém: um detalhe no seu corpo, ou sua mente, suas ideias e seu comportamento. Oka?
  • PROCURE CVV 188 @cvvoficial - É triste a gente ver tanta notícia falando sobre acidentes de motos...existe um lado lindo por trás destas notícias divulgadas, e que é pouco mostrada. Posso afirmar que motos SALVAM VIDAS , muitas vidas, salvam pessoas de depressão, de pensamentos negativos, salvam pessoas do estresse, MUDA A VIDA das pessoas...
Fazer uma viagem de fim de semana ou apenas um simples bate e volta ...recarrega bateria pra toda semana, inclusive melhora o rendimento no trabalho e o astral e em casa com a família. Precisamos divulgar mais os mil pontos positivos que o motociclismo com responsabilidade proporciona. Aproveitando o SETEMBRO AMARELO ( alerta prevenção ao suicídio) ,  Fiz uma matéria com o depoimento da Márcia , uma motociclista que quase que cometeu suicídio, mas descobriu no motociclismo a verdadeira felicidade. Neste post um vídeo com ela própria é um resumo do seu relato! A matéria completa logo mais no site, com participação da nossa amiga motociclista, psicóloga e neuropsicóloga @psicoontheroad ( Amably Monari). #setembroamarelo #setembroamarelo💛 #setembroamarelo🎗 #apoieosetembroamarelo #euapoioosetembroamarelo #suicidionãoéfrescura #suicidio #suicídionão #depressao #mototerapia #motociclismo #mulheresfortes #superacao #mulheresmotociclistas #aceleradas #depoimento #compartilhe #motoévida #cvv #profissionalqualificado

Siga-me!

Mais Acessados

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com