Connect with us

Sem categoria

Para quê ciclovias se não podemos comprar bicicletas?

A pesquisa, que ouviu 5012 ciclistas, de dez cidades em diferentes regiões brasileiras (Aracaju, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Manaus, Niterói, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo), revelou que 88% das pessoas utilizam a bicicleta para ir ao trabalho e 76% a utilizam como lazer (um indivíduo pode se dedicar aos dois tipos de viagens)…

Publicado

em

Brasil segue tendência mundial do uso de bicicleta apenas para lazer e deverá se manter assim, caso a carga tributária sobre a magrela continue a ser maior que a de um carro

“Tenho certeza que a bicicleta vai se tornar cada vez mais importante para o brasileiro, como lazer e esporte. Mas ainda há obstáculos a serem superados. Além da segurança, preocupa o custo da bicicleta e a falta de incentivo tributário ao produto. Hoje, a bicicleta possui uma carga tributária média de 40%, maior do que a de um automóvel”, diz Isacco Douek, presidente do Conselho Diretor da Abradibi (Associação Brasileira da Indústria, Comércio, Importação e Exportação de Bicicletas, Peças e Acessórios), ao se posicionar sobre a pesquisa realizada pela ONG Transporte Ativo, do Rio de Janeiro, a respeito do Perfil do Ciclista Brasileiro.

O diretor da ABRADIBI alerta ainda para a contradição entre as construções das ciclovias e o custo da bicicleta, cada vez mais distante do brasileiro.

Embora a bicicleta venha conquistando cada vez mais adeptos nas horas de lazer, como modo de transporte seu potencial ainda permanece inexplorado, em que pesem as demandas por maior mobilidade nos grandes centros urbanos.

– 

A pesquisa, que ouviu 5012 ciclistas, de dez cidades em diferentes regiões brasileiras (Aracaju, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Manaus, Niterói, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo), revelou que 88% das pessoas utilizam a bicicleta para ir ao trabalho e 76% a utilizam como lazer (um indivíduo pode se dedicar aos dois tipos de viagens). Mais de um terço dos entrevistados (34,6%) disse que o maior obstáculo para utilizarem a bicicleta como modo de transporte é o desrespeito do motorista motorizado. Cerca de 20% dos ouvidos pela pesquisa se envolveram em algum acidente com a bicicleta nos últimos três anos. Não por acaso, metade dos entrevistados (52,7%) afirmou que a melhoria na estrutura cicloviária seria uma motivação para pedalar mais.

Continue Lendo

Pesquisar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar nos títulos
Pesquisar nos conteúdos
Pesquisar nos posts
Pesquisar nas páginas

PARCEIROS

Newsletter

Cadastre-se para receber nossas novidades!

Facebook

Instagram

Instagram did not return a 200.

Siga-me!

Mais Acessados

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com