Connect with us

Esporte e Ação

Esporte é saúde? Em parte

Obviamente isto não é regra, mas muitos atletas profissionais, e até recreacionais, apresentam uma série de lesões no decorrer da carreira, entre elas, degeneração de cartilagens, que podem ter sido cometidas por excessos, técnica inapropriada, equipamento errado, etc. A lista é grande…

Publicado

em

Diga isto para um atleta de elite aposentado e ele irá mostrar a quantidade de lesões que teve, possíveis sequelas, cicatrizes cirúrgicas, enfim, uma longa lista. Veja, por exemplo, a Daiane dos Santos, a ginasta olímpica deve ter feito algumas cirurgias nos joelhos para raspar aquele “farelo de corpos livre de cartilagem”.

Obviamente isto não é  regra, mas muitos atletas profissionais, e até recreacionais, apresentam uma série de lesões no decorrer da carreira, entre elas, degeneração de cartilagens, que podem ter sido cometidas por excessos, técnica inapropriada, equipamento errado, etc. A lista é grande.

Uma das articulações mais acometidas, a do joelho, pode sofrer com as lesões traumáticas, muitas vezes inerentes à própria atividade. Por exemplo, um jogador levando um “calço” pelo lado e vindo a sofrer da famosa tríade terrível, com ruptura do ligamento cruzado, menisco e outras estruturas. Mesmo operado e reabilitado com sucesso, seu joelho nunca mais lhe dará a mesma performance – ou terá vida útil menor. Mas não é incomum aquele corredor recreativo que simplesmente apresenta artrose no joelho, sem ter tido qualquer trauma. Ou aquele marombeiro que mal consegue levantar da cadeira, pois nunca pensou em proteger sua coluna.

As causas das degenerações atraumáticas (onde não houve uma pancada, entorse ou outro fator causador) vão desde inadequação do biotipo do indivíduo para o esporte (como um cara com o físico do Arnold Schwarzenegger que resolve correr maratonas), até falta de treinamento e de adequação biomecânica. Por exemplo, em função do quadril mais largo, as mulheres podem ter o ângulo Q aumentado (o ângulo da articulação do joelho visto de frente), forçando o joelho. Jogadoras de vôlei com esta condição, têm maior risco de entorse do joelho nos saltos, pois caem com os pés abertos e os joelhos juntos, situação que pode ser minimizada com treinamento específico.

Nadadores que treinam horas por dia fazem centenas de rotações no ombro. Tenistas fazem os mais diversos movimentos. Se não houver equilíbrio entre os treinamentos, de prevenção de lesões, de técnica, e assim por diante, a conta vai ficando gorda.

Algumas dicas que podem ajudar:

– Antes de qualquer atividade, lembre-se de aquecer, pois isto aumenta a lubrificação das articulações.

– Todo esporte requer uma base de treinamento aeróbio e resistido, de fortalecimento e proteção das estruturas.

– Não podemos mudar nossa carga genética e certas pessoas tem colágeno de pior qualidade, com propensão à artrose. Procure saber o esporte ou exercício mais adequado. Discuta com seu médico a condroproteção com suplementos, se for o caso.

– O excesso de peso sobrecarrega as articulações da coluna, quadril, joelho e tornozelos. Fique de olho no seu peso e procure diminuir o impacto. Se a perda de peso for impossível, prefira atividades na água.

– Após as partidas de tênis, futebol, corridas, etc: Não esqueça de desaquecer e de alongar.

– Muitas vezes o equipamento de má qualidade ou envelhecido é o problema. Por exemplo, pares de tênis de corrida não devem ser usados em dias consecutivos – e têm vida útil. Raquetes de tênis muito rígidas e pesadas propiciam mais lesões. Lembre-se: o equipamento vale menos que sua saúde!

– Nas trilhas e esportes de aventura, sacolas back-pack de má qualidade e com muito peso comprimem a articulação do ombro e entortam a coluna. Evite carregar o que não precisa e use sacolas de qualidade, com acolchoamento no ombro e ajustes também na cintura. As botas ou calçados especiais precisam proteger os tornozelos, evitando entorses em terrenos irregulares.

– Alguns esportes ou posições requerem equipamento de proteção especial. Por exemplo, goleiros que vivem se estatelando de lado no chão, deveriam ter suas proteções nas áreas de maior contato.


Por fim, tenha orientação profissional. Na corrida, particularmente, onde qualquer um compra um par de tênis e sai por aí, há uma tremenda quantidade de lesões,  equipamento errado, erro técnico e até por escolha do ambiente errado.
Esporte e exercícios orientados são bastante saudáveis, mantendo nossa saúde cardiovascular, prevenindo a obesidade e a síndrome metabólica, (uma condição onde há aumento da glicose e gorduras no sangue, além da perigosa gordura visceral), mas precisam ser dosados, pois a linha para o excesso é tênue.

Boa atividade, com preparação adequada e sem excessos. Assim você já dará um grande passo na prevenção de lesões articulares.

Por Gabriel Ganme – Medicina Esportiva, Mergulho e Expedições.

Sobre Dr. Gabriel Ganme: “Médico desde 1984, Dr. Gabriel Ganme foi pioneiro no Brasil em diversas atividades relacionadas a medicina e ao mergulho. Liderou expedições de mergulho com grandes tubarões nos lugares mais inóspitos do planeta por 30 anos e de esqui na neve e snowboard por uma década. Nas viagens se viu socorrendo os mais variados incidentes e acidentes – na maioria dos casos por despreparo físico, falta de conhecimento técnico ou excesso de confiança. Vendo a demanda do mercado e a desinformação generalizada, investiu na medicina esportiva. Foi o primeiro instrutor de primeiros-socorros médicos da PADI no Brasil e ajudou a montar o primeiro curso de Medicina do Mergulho da DAN no Brasil, além de cursos relacionados a “emergências no mergulho”, sendo médico voluntário da organização até hoje. É também especialista em Medicina do Mergulho e de Expedições e membro da Undersea & Hyperbaric Medical Society e da Wilderness and Expedition Medical Society, vivendo e praticando aquilo que prega.”

Continue Lendo

Pesquisar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar nos títulos
Pesquisar nos conteúdos
Pesquisar nos posts
Pesquisar nas páginas

PARCEIROS

Newsletter

Cadastre-se para receber nossas novidades!

Facebook

Instagram

  • Quando eu estava grávida, por diversas vezes me disseram “ xiiii, agora a vida acabou, não vai viajar mais, acabaram as aventuras, nunca mais  vai dormir, vai parar de andar de moto ”. Que pena que existem pessoas que param a vida né? A minha bebê Bel com 3 meses já estava fazendo trilha 4x4 e agora com 9 meses fez seu primeiro acampamento e AMOU! Nós ( eu e maridon ) vamos viajar muiiiiito mais do que antes, porque pra nós é necessário ver a Bel se divertir e crescer perto da natureza, com os pés descalços ( na terra). A Trip da vez foi de 500km com o Jeep Renegade Trailhawk 4x4 , fomos de carro sim e nem por isso deixamos de dar um role de moto, afinal...acampamos dentro da pista @spracepark , e na volta partimos para uma trilha de Jeep que foi irada, mas conto depois tá? É isso aí, agora mostrarei como é possível se aventurar em família, mesmo com um bebezimmm... Com vocês a nova coluna do Site Acelerada “ VIVENDO EM LUA DE BEL”. #LuaDeBel #renegade #renegadeclub #renegade4x4 #renegadetrailhawk #jeep #jeeprenegade #jeeprenegadetrailhawk #jeepbr #jeepnation #jeeplife #jeeplifestyle #jeepbrasil #fca #4x4 #offroad #viagememfamilia #familiaradical #maedemenina #paidemenina #beberadical #jeep4x4 #jeepeiros #pedrarachada #jeepéjeep #viagem #aventura #camping #crf250 #crf230
  • Amanhã publicarei uma VÍDEO/TEASER sobre a NOVA HONDA CB650R, digam aí o que vocês querem saber sobre o novo modelo... e colocarei todas  as informações no vídeo! 🤘#novaCb650r #neosportscafe #HondaMotos
  • Quem concorda aí?
Eu não sei o que seria da minha vida se não existisse motocicletas! A moto me fez ganhar tempo e conseguir fazer faculdade, trabalhar e ainda arrumar tempo pra fazer estágio, e olha que ainda sobrava tempo para um descanso ( pouco). A moto me fez chegar em todo compromissos com pontualidade, me fez economizar grana, me fez conhecer lugares que de carro não conheceria , pessoas, aliás, amigos incríveis e que levarei pra vida toda! Se eu não fosse motociclista, certamente não teria conhecido meu marido (o homem da minha vida) , não teria tido uma filha ( coisa que nem imaginaria ter). Eu até vou na garupa as vezes acreditam? Coisa que não fazia antes, maridon me convenceu! É....sim, a moto me levou para todos estes destinos ... e com certeza tem muito mais por vir... e não posso esquecer clarooooo....do meu trabalho como piloto de testes, empreendedora, repórter ... enfim... perdi as contas do número de motos que pilotei, que testei, o número de projetos, ações e matérias que produzi, perdi o número de mensagens de leitores me agradecendo por terem se motivado por algum matéria que leram ou assistiram....perdi as contas de passeios, eventos e viagens ( sem se de trabalho) que fiz....enfim....eu agradeço por todas pessoas maravilhosas que tenho conhecido, por todas aceleradas e experiências inesquecíveis, por todo carinho e respeito e atenção das montadoras e amigos da imprensa com meu trabalho... e que venham muito mais aventuras, amizades, vento....e projetos! Afinal... moto é vida! E sem moto... a vida não tem muito sentido! Feliz dia do MOTOCICLISTA! Obrigada CLIENTES E PARCEIROS!!! @ingridmotorcycle @erika_caveirao @camis.delgado @ritasalvatore22 @nanda_ferds @ikelevy @ks1951 @kakafbariquello @pitacosdovovo @marcomascari @daymiiguel @daya_chalegre @axxisbymt @tuttomoto @coutinho181 @miloliv @priscilaeaglerider @sandrabeccaro @paulabchede @maristelaramos @_primariane @prichequetti @pripiva @priscilaemilia @mah_ferreroliveira @andreramoslira @luanamichelucci @luciano.peixoto_64 @patpedroso @vidadocemia @pedropierotti @lanerazevedo @victorfrancois_ @aledini @kvraco @usebandana @use.corse @hlxoficial @gicagirardi
  • Os trabalhos aos poucos voltando ao normal, no meu caso, testar motos, pegar estrada, conhecer destinos bacanas. A última viagem e teste foi com a Harley-Davidson Low Rider S 114 em Paraibuna. Que lugar gostoso pra passar o dia, foi triste ver o município vazio em pleno mês de aniversário, mês que fazem grandes festas e movimentam o turismo da região ( mês de junho). Então fica o aviso - Assim que tudo passar, e que começarmos viajar em grupo, não esqueçam de conhecer esses lugares “menos visitados”. Vamos passear, rodar e ajudar ... que tal? Tem link na minha bio da matéria completa e com muitas Fotos, conheçam Paraibuna, lugar delícia! E quem aí tem dica de Cidades que não são tão visitadas ? Vale em qualquer Estado.... bjs bjs #publicidade #lowrider #lowriders #harleydavidsonbrasil #harleydavidsondobrasil #harleydavidsonbr #testride #harleybrasil #harleylifestyle #harleydavidsonsaopaulo #viagemdemoto #aceleradadeharley #acelerada #mototerapia #onroad #naestrada #mototurismo #turistando #paraibuna #lifestyle #aventura #adventure #mulheresmotociclistas #mulheresdeharley #mulheresinspiradoras #mulheresquelevantamoutrasmulheres
  • Você sabe quais são as vantagens da iluminação por LED? No meu caso aí na foto com a Harley-Davidson Low RIDER S, voltando da Represa de Paraibuna, depois de apreciar o espetáculo do por do sol, peguei uma estradinha de terra e já estava escurecendo. Então a iluminação mais clara e vibrante do Led ajudou muiiiiito e me deu muito mais segurança e confiança, voltei curtindo, tranquila e até parei para este clique!! ( OBS: matéria com dica desta viagem no site acelerada). 
E quais mais vantagens tem? 
- Economia de eletricidade; chega a 20% e ajuda até a poupar outros componentes da moto. Tem motos por exemplo que o consumo passou de 3,5 para 0,4 Ampères, com os mesmos 42 Watts de potência. Desta forma o gerador sofre menos após dar a partida e consequentemente a  bateria reabastece sua carga mais rápido. 
- O LED proporciona acendimento instantâneo ( maior segurança em uma frenagem )  e intensidade luminosa cinco vezes maior que o do sistema halógeno. 
- A vida útil varia entre 50.000 e 100.000 horas, contra cerca de 10.000 a 20.000 horas de uma lâmpada comum. 
- O Led resiste muito mais ao movimento da moto ( passar bruscamente em buracos, ruas de paralelepípedos). As pastilhas de LED apresentam solidez e resistência muito maiores, já as comuns são inferiores. 
- O custo é maior? Sim, mas compensa né? O que vocês acham? #publicidade #lowrider #lowriders #harleydavidsonbrasil #harleydavidsondobrasil #harleydavidsonbr #testride #harleybrasil #harleylifestyle #harleydavidsonsaopaulo #viagemdemoto #aceleradadeharley #acelerada #mototerapia #onroad #naestrada #mototurismo #turistando #paraibuna #lifestyle #aventura #adventure #mulheresmotociclistas #mulheresdeharley #mulheresinspiradoras #mulheresquelevantamoutrasmulheres #led #iluminacaoled
  • Quem aí tem DICA de onde apreciar o melhor por do sol? Diga me aí? Vale em todo lugar do Brasil! Este da foto foi na represa de Paraibuna .... viagem que fiz com a Harley-Davidson Low Rider S. ( matéria com a dica do roteiro em destaque no Site , link na BIO). #publicidade #lowrider #lowriders #harleydavidsonbrasil #harleydavidsondobrasil #harleydavidsonbr #testride #harleybrasil #harleylifestyle #harleydavidsonsaopaulo #viagemdemoto #aceleradadeharley #acelerada #mototerapia #onroad #naestrada #mototurismo #turistando #paraibuna #lifestyle #aventura #adventure #mulheresmotociclistas #mulheresdeharley #mulheresinspiradoras #mulheresquelevantamoutrasmulheres #pordosol #sunshine #fotospordosol
  • Num bate e volta de moto, o que você não deixa de levar no bauleto ou na sua mochilita? Eu nunca esqueço, protetor solar, gopro, carregador de celular, óculos de sol, capa de chuva, reparador de pneu, segunda pele para frio, chinelAAAA havaianas ( haha), canivete multiuso, batonzinhooo pra hidratar os beiços e um monte de elástico pro cabelo, porque eles criam asas e voam e barrinha de cereais, escova e pasta de dente , e agora álcool em gel, que geralmente derrete e vira água em gel. E vocês? Ahhhhh, não esqueçam que tem dica de viagem que eu fiz de Harley-Davidson LOW RIDER S lá no SITE ACELERADA.com.br. #publicidade #lowrider #lowriders #harleydavidsonbrasil #harleydavidsondobrasil #harleydavidsonbr #testride #harleybrasil #harleylifestyle #harleydavidsonsaopaulo #viagemdemoto #aceleradadeharley #acelerada #mototerapia #onroad #naestrada #mototurismo #turistando #paraibuna #lifestyle #aventura #adventure #mulheresmotociclistas #mulheresdeharley #mulheresinspiradoras #mulheresquelevantamoutrasmulheres
  • Quem aí faz cara de paisagem nas fotos de viagem? Hehe Mas rolou messsssmo muita paisagem nesta Trip! Quer dica de um roteiro show para um bate e volta pertinho da Rodovia dos Tamoios? A matéria com a dica está em destaque no site acelerada.com.br Link na bio #publicidade #lowrider #lowriders #harleydavidsonbrasil #harleydavidsondobrasil #harleydavidsonbr #testride #harleybrasil #harleylifestyle #harleydavidsonsaopaulo #viagemdemoto #aceleradadeharley #acelerada #mototerapia #onroad #naestrada #mototurismo #turistando #paraibuna #lifestyle #aventura #adventure #mulheresmotociclistas #mulheresdeharley #mulheresinspiradoras #mulheresquelevantamoutrasmulheres
  • Viajar é preciso!!! Nem que seja até ali, pertinnn!!!! Amanhã no site tem dica de roteiro. Um destino bem pertinho de Sampa, que muiiiita gente não conhece! Galera que passa pela Rodovia dos Tamoios, vê a placa e passa reto... não imagina quanto coisa bacana tem por ali! Ótimo lugar para um bate e volta sozinho (a) ou em casal ( em tempos de pandemia). Adivinha o destino? Quem acompanhou meus stories dias atrás tá ligado onde fui! Amanhã no www.acelerada.com.br hein  #publicidade #lowriders #aceleradadeharley #harleydavidsondobrasil #harley #softail #softaillowriders #mulheresdeharley #harleydavidsonbr #mulheresmotociclistas #goprobr #gopromoto #custom #lowrider #lifestyle #harleylifestyle #harleydavidsonmotorcycles #paraibuna #paraibunasp

Siga-me!

Mais Acessados

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com