Connect with us

Lançamentos

Ducati Supersport S – Ela tem DUPLA personalidade

Publicado

em

Por Eliana Malizia
Fotos: Gustavo Epifanio

A Ducati Supersport S foi um dos  modelos que mais chamou atenção do público no  ultimo Salão Duas Rodas em  2017, e  no ano de 2018 ela chegou e pude testa-la  em  primeira mão em circuito fechado. Como a proposta do modelo é  usa-la principalmente em  estradas, nada mais justo que testa-la novamente, e desta vez fazendo uma viagem de 300km pelo interior de São Paulo. E lá foi eu….

A Supersport S é perfeita para o uso urbano, confortável para viagens e surpreendente no track day. Tem como característica principal a posição mais ergonômica e relaxada para o piloto e também para o garupa.
 
Ela tem DUPLA PERSONALIDADE: Para rodar nas ruas e estradas
Eu rodei em estradas com curvas sinuosas e também passei por tráfego pesado em ruas e avenidas na Capital de São Paulo, o que me fez perceber que a moto  oferece sim, uma posição de pilotagem mais confortável do que uma superesportiva e mais, não é nada difícil passar com ela entre carros em corredores apertados.
Motor
São 3 modos de pilotagem, com oito níveis de intervenção, tudo para cada piloto encontrar o seu nível de segurança.
O motor da Supersport S tem dois cilindros em “L” Testastretta 11° com 937 cm³ de capacidade, que produz 113 cv de potência a 9.000 rpm e 9,9 kgf.m de torque a 6.500 rpm. O comando de válvulas é o tradicional Ducati desmodrômico, com quatro válvulas por cilindro, arrefecimento a líquido e com taxa de compressão de 12.6:1. Esse motor é o mesmo que equipa a Ducati Multistrada 950, mas recebeu pequenos ajustes para encaixar melhor no chassi da nova moto. O sistema de arrefecimento também sofreu mudanças e uma tampa do alternador especifica para ela foi desenvolvida para permitir a instalação de um novo sensor. Esse motor faz par com uma caixa de marchas com seis velocidades assistida por embreagem deslizante, que evita o travamento da roda traseira nas reduções bruscas de marcha.
 
Na estrada, a moto se comporta muito bem, ela é fácil, leve  e macia de pilotar. Entrega muita força quando você quer, e responde perfeitamente quando você quer acelerar suave. 
A SUPERSPORT S é aqueles modelos de moto, que lhe transmite muita segurança, não só pela facilidade de pilotagem, mas também  pela tecnologia que a moto incorpora.
A Ducati Supersport S é leve e oferece uma posição de pilotar mais ereta: conforto para pilotar mais tempo sem fadiga…. na estrada. Eu costumo não ficar tão ereta e jogar meu peso sobre o tanque, o que faz relaxar a musculatura das costas. ( um truque).
E mais…observa na imagem acima, sobra espaço para os joelhos nas carenagem, isso prova que a moto “vestirá” perfeitamente também bem para motociclistas de estatura maior que a minha ( eu, 1,70).
Outros pontos positivos
O  tanque de combustível com capacidade para 16 litros e a proteção contra o fluxo de vento proporcionada pelo pequeno para-brisa ajustável (duas posições) são características positivas e muito importantes para quem viaja, pois proporcionam pilotar por períodos maiores sem paradas para descanso ou abastecimento.

O que falar sobre o design? A moto chama muito atenção, e essa cor vermelho Ducati, contrasteia com o fundo verde, chega a brilhar e ofuscar os olhos de quem vê.

Na frente está um conjunto óptico com luz diurna em LED (DRL – Daytime Running Light) e as parábolas do farol (alto e baixo). Os piscas direcionais estão posicionados nos dois retrovisores e a carenagem está livre de grafismos e traz um discretíssimo “Supersport S” na lateral da moto posicionado na mesma linha do bloco óptico. O paralama faz conjunto com a carenagem e também traz apenas um aplique “Ducati Safety Pack”.

Com a frente baixa e bem aerodinâmica, a carenagem deixa aparecer um pedaço do chassi tubular em treliça sob o tanque de combustível e tem ainda dois recortes para o fluxo de ar do motor. Dois detalhes destacam o design da moto: na frente os tubos do garfo da suspensão invertida Öhlins na cor dourada, e na lateral a carenagem tem um recorte assimétrico para deixar à mostra os dois tubos do escapamento que passam por baixo da moto e terminam na ponteira dupla em aço escovado.
Na parte traseira da moto chamam a atenção o monobraço da suspensão e a rabeta curta com a cobertura do banco do garupa na mesma cor da moto, harmonizando o conjunto. O assento do piloto tem costura contrastante (vermelha) e mais uma discreto adesivo “Ducati” com as cores da bandeira italiana está aplicado nas laterais sob o banco do garupa. Para complementar e ornar o design italiano, os piscas direcionais tanto na traseira quanto na dianteira e também a lanterna traseira são em LED.
Sobre o sistema de trocas de marchas Ducati Quick Shift (DQS) – faz uma enorme diferença para pilotos que buscam baixar tempo nas pistas e que dispensa o uso da embreagem para trocas, exceto para a partida em primeira marcha. E claro, um conforto a mais nas estradas. Para trocar marcha para cima basta acionar o pedal de troca em qualquer rotação. Já para reduções de marcha é preciso reduzir a aceleração e nesse momento o sistema funciona em conjunto com a embreagem deslizante. O Ducati Quick Shift (DQS) é equipamento de série na Supersport S.
 
Sistema de Freios
  Tudo de melhor; sstampando a marca Brembo e controlado pelo sistema ABS 9 MP da Bosch, que permite ser ajustado em três níveis de acordo com a aderência do piso, o que pode ser dito sobre este fabuloso sistema é que os freios da Ducati Supersport S param a moto de maneira exemplar e em qualquer condição, com total segurança. Na frente, pinças radiais monobloco Brembo M4- 32 – movidas por uma bomba radial Brembo PR18/1 com reservatório separado e alavanca ajustável – que comprimem dois discos de 320 mm. Na traseira há um disco de 245 mm preso por uma pinça Brembo de 2 pistões.
As suspensões também ajudam muito no desempenho esportivo e seguro da moto em todas as condições. Na traseira a Supersport S possui monobraço em alumínio fundido com amortecedor Öhlins totalmente ajustável e assistido por um cartucho externo de gás e curso de 144 mm. Na dianteira há garfo invertido Öhlins com tubos de 48 mm de diâmetro também completamente ajustável e curso de 130 mm. Colaboram definitivamente ao bom comportamento da moto os pneus Pirelli Diablo Rosso III, 120/70 ZR 17 na dianteira e 180/55 ZR 17 na traseira que calçam as duas rodas em liga com três raios em Y.

Modos de pilotagem

São três modos de pilotagem: Sport, Touring e Urban e o piloto adapta a “personalidade” do motor da moto à sua própria aptidão e ao local onde a moto será utilizada e, claro, às condições do piso. E em cada modo de pilotagem, vários parâmetros podem ser personalizados, de acordo com as preferências e níveis de pilotagem pessoais e as condições do local.
Para atuar de forma inteligente e oferecer total segurança na escolha do piloto, são interligados os diversos sistemas eletrônicos da moto, como o Acelerador Eletrônico Ride-by-Wire, o ABS 9 MP Bosch e o Controle de Tração Ducati (DTC). Basicamente, os três modos de pilotagem disponíveis graduam o nível de intervenção dos sistemas eletrônicos. O piloto pode mudar o modo escolhido durante a pilotagem, mas por questões de segurança, a personalização dos parâmetros de fábrica somente pode ser feita com a moto parada. Se o piloto não souber como deve ajustar, as configurações de fábrica sempre estão lá no modo “padrão”. Veja mais detalhes dos modos de pilotagem da Ducati Supersport S:
  • Sport – permite que o piloto libere todo o potencial da moto. O motor oferece 113 cv com resposta imediatamente à ação da aceleração Ride-by-Wire, o DTC tem nível de intervenção baixo (nível 3), o ABS fica no nível 2 e a prevenção de elevação da roda traseira fica em configuração média e o DQS (Quick Shift) fica ligado
  • Touring – garante um equilíbrio entre desempenho e conforto. O motor aplica a potência total, o sistema Ride-by-Wire responde progressivamente ao acionamento do torque, o DTC é ajustado para o nível médio (nível 4) e o ABS para o nível 3 para garantir o máximo de controle do freio e de estabilidade e o DQS fica ligado
  • Urban – os sistemas atuam no nível que prioriza a total segurança, como se fosse um passeio sobre piso com pouca aderência. Então a potência fica limitada a 90 cv, o sistema Ride-by-Wire responde progressivamente ao acionamento do torque, o DTC intervém mais intensamente (nível 6) e o ABS é mantido na configuração do nível 3. E nesse modo, o DQS fica desligado.
 

O painel da Ducati Supersport S é digital com uma tela única colorida de LCD que traz todas as informações. Acima da tela estão as luzes-espia de neutro, farol alto e alertas do DRL, ABS, DTC, MIL – Erro do motor, limite de rotações, situações de pressão do óleo e de reserva de combustível. Na parte alta da tela LCD está o indicador de giros do motor (em barras), com o velocímetro no centro e informações adicionais do computador de bordo, como distância total percorrida, trip 1 e 2, temperatura do líquido do sistema de arrefecimento do motor, relógio e status do DQS ligado/desligado. Complementam o painel outras informações: marcha engatada, nível de combustível, autonomia, consumo de combustível em tempo real, velocidade média, duração da viagem, modo de pilotagem selecionado com os níveis do ABS e DTC.
Já preparado para exibir informações relacionadas ao Sistema Multimídia Ducati (DMS), que permite que os pilotos conectem seus smartphones com o módulo Bluetooth (disponível como acessório) e controlem algumas de suas funções, o painel exibe controles de reprodução de música e conexão de fone de ouvido, recebimento de ligações e ícones de mensagens recebidas. Finalmente, sob o banco há uma conveniente porta USB à prova de água para recarga do smartphone.
 
PREÇO????
A Ducati Supersport S estará disponível com um desconto Especial até o final do mês de Julho.
O cliente pode escolher o bonus de 9 mil reais ( fica R$ 55.900,00),  ou bonus de 5 mil ( R$59.900,00) + conjunto de escapamento Akrapovic.
ASSISTA
Video Youtube, Por que andamos de moto? ( realizado com a Ducati SuperSportS)
SOLICITE UM TEST RIDE

Ficha Técnica Ducati SuperSport S

Motor

Testastretta 11°, dois cilindros em “L”, 4 válvulas por cilindro, comando desmodrômico, arrefecido a líquido

Deslocamento

937 cm³

Diâmetro x curso

94 x 67,5 mm

Taxa de compressão

12,6± 0.5 :1

Potência

113 cv a 9.000 rpm

Alimentação

Sistema de injeção eletrônica Continental com corpos Mikuni de 53 mm com Ride-by-Wire

Escapamento

Sistema leve 2-1-2 com conversor catalítico e duas sondas lambda. Silenciadores duplos de alumínio

Caixa de marchas

6 velocidades

Transmissão final

1.84:1

Relações de transmissão

1ª 37/15, 2ª 30/17, 3ª 28/20, 4ª 26/22, 5ª 24/23, 6ª23/24

Transmissão final

Corrente, com pinhão de 15 dentes e corrente de 43 dentes

Embreagem

Embreagem úmida multidisco operada mecanicamente, ação deslizante em ultrapassagem

Quadro

Quadro tubular em aço treliçado com o motor fazendo parte da estrutura

Suspensão dianteira

Garfo invertido Öhlins de 48 mm totalmente ajustáveis; curso de 130 mm

Roda dianteira

Em Y, 3 raios, liga leve, 3,50″ X 17″

Pneu dianteiro

Pirelli Diablo Rosso III 120/70 ZR17

Suspensão traseira

Monobraço oscilante em alumínio fundido com amortecedor Öhlins totalmente ajustável e assistido por reservatório de gás externo; curso de 144 mm

Roda traseira

Em Y, 3 raios, liga leve, 5,50″ X 17″

Pneu traseiro

Pirelli Diablo Rosso III 180/55 ZR17

Freio dianteiro

2 discos semi-flutuantes de 320 mm, pinças Brembo montadas radialmente, 4 pistões, bomba radial com ABS 9 MP Bosch de fábrica

Freio traseiro

A disco de 245 mm, pinça com 2 pistões com ABS 9 MP Bosch de fábrica

Peso seco

184 kg

Ângulo de inclinação

48º

Altura do assento

810 mm

Distância entre eixos

1478 mm

Caster

24°

Trail

91 mm

Capacidade do tanque de combustível

16 litro

Pesquisar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar nos títulos
Pesquisar nos conteúdos
Pesquisar nos posts
Pesquisar nas páginas

PARCEIROS

Newsletter

Cadastre-se para receber nossas novidades!

Facebook

Instagram

  • Outro lançamento que rolou no @festivalduasrodas - a Harley-Davidson LOW RIDER S - um modelo clássico dos anos 80, estilo californiano - com Motor de 1.868 cc,  Milwaukee-Eight 114. Gostaram???? #lowriders #lowriderbikes #lowriderbrasil #harley #harleydavidsonlowrider #lowrider #harleydavidson #harleydavidsondobrasil
  • Ducati apresentou no @festivalduasrodas , a esportiva Panigale V4 S, com motor de 4 cilindros, 1.103 cc de cilindrada, o motor rende 214 cavalos de potência a 13.000 rpm e 12,6 kgfm a 10.000 rpm. O peso?  leve pacas, apenas 175 kg. #ducati #ducatibrasil #panigalev4 #v4 #ducativ4rs #desmowomen
  • As Aceleradas, participaram de uma ação linda, pilotaram pela primeira vez no autódromo de Interlagos, um sonho realizado! Leia lá no site acelerada, elas contam sobre este momento inesquecível. Experiência oferecida pela @ducatibrasil no @festivalduasrodas. #aceleradas #festivalduasrodas2019 #festivalduasrodas #elaspilotam #desmowomen #ducati #ducatibrasil #elianamalizia Fotos @arthurseraphim e @alek_ribet
  • Mais um pouquinho de como foi  o dia das Aceleradas no @festivalduasrodas , testando as motos da @ducatibrasil !!!!! #sucesso #ducati #ducatibrasil #aceleradas #elaspilotam #mulheresmotociclistas #festivalduasrodas #festivalduasrodas2019 #desmowomen
  • Mulheres motociclistas realizando o sonho de pilotar no autódromo de Interlagos! A ação foi única e inesquecível, obrigada @ducatibrasil
  • Ontem, sábado, rolou uma ação lindaaaa no @festivalduasrodas - A @ducatibrasil proporcionou um dia especial e super VIP para algumas mulheres motociclistas. Na real.... elas vivenciaram um dia emocionante - pela primeira vez, acelerar no autódromo de Interlagos. Tiveram também a companhia do @piloto_leandromello e do @felipetitto ( embaixador da Ducati). Tiveram aula de auto maquiagem , by @cliniquebrasil . E mais, encerraram à noite curtindo  o show da Capital Inicial. FOTOS @arthurseraphim
  • Quantos cabem em cima de uma moto? Eu vejo dois cachorros, uma galinha, cinco crianças e dois adultos ... quem da mais? Rs
  • Hoje fez um dia lindo no Autódromo de Interlagos.... onde está rolando o Festival Duas Rodas. E olha só um dos modelos disponíveis para Test Ride.... a recém lançada no Brasil, a Triumph Scrambler 1200.  E VOCÊ ? QUAL MODELO GOSTARIA DE PILOTAR/Testar? #festivalduasrodas #festivalduasrodas2019 #autodromodeinterlagos #triumph #scrambler1200
  • Galera, pra quem esta com dúvidas sobre os tipos de ingressos para o melhor evento do ano, o @festivalduasrodas , arraste  para o lado , e veja todas as imagens! Qualquer dúvida, mande aqui nos comentários ou entrem no site www.festivalduasrodas.com -  Encontro vocês neste final de semana heinnnnn, lá  no Autódromo de Interlagos. #festivalduasrodas #autodromodeinterlagos #testride

Siga-me!

Mais Acessados

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com