Connect with us

Moto & Saúde

Pedalar reduz risco de depressão

A bicicleta, inventada há mais de 500 anos, pode trazer muitos benefícios ao meio ambiente e também à saúde. Pedalar melhora o condicionamento físico, ajuda a combater o estresse e depressão e previne doenças como hipertensão, colesterol alto, infarto e outras mais. Pedalar é um ótimo exercício para os…

Publicado

em

 A bicicleta, inventada há mais de 500 anos, pode trazer muitos benefícios ao meio ambiente e também à saúde. Pedalar melhora o condicionamento físico, ajuda a combater o estresse e depressão e previne doenças como hipertensão, colesterol alto, infarto e outras mais. Pedalar é um ótimo exercício para os sedentários que querem começar a praticar alguma atividade sem risco, pois a  bicicleta exige pouca capacidade coordenativa e não necessita de muito condicionamento.

Pesquisas comprovam que pedalar durante 30 a 60 minutos, entre três e cinco dias por semana, pode reduzir em até 50% os riscos de depressão. As contrações cardíacas tornam-se mais eficazes e, com isso, o sangue chega mais rapidamente ao cérebro, diminuindo, assim, a incidência de ansiedade, angústia e depressão. Outros benefícios são o controle da pressão e o combate a doenças cardiovasculares.

Andar de bicicleta melhora também a pele, por deixar coração e pulmões fortalecidos, facilitando a eliminação de toxinas.

O exercício aumenta a resistência e a capacidade de captar, extrair e distribuir oxigênio pelo sistema cardiovascular e regulariza os níveis de colesterol e triglicérides, além de melhorar até o sono.

 

Vamos começar

São necessários alguns cuidados para começar a praticar a atividade física. O primeiro é fazer uma avaliação médica. Tudo liberado, atenção ao ajuste correto do banco e do guidão; para conseguir melhores resultados, a pessoa deve ajustar o banco da bicicleta na altura dos quadris e o guidão na altura do cotovelo. As pontas dos pés devem ser alinhadas com os joelhos e os ombros abertos,  ressaltando que a coluna deve ficar ereta e o abdômen sempre contraído.

Testes apontam que, em uma hora de pedalada, é possível gastar entre 300 e 500 calorias, cerca de 30% a menos do que na esteira. Mas essa diferença pode ser compensada com a mudança de intensidade da pedalada. Em bicicletas tracionadas, basta aumentar a dificuldade no trajeto. Para aumentar a carga, suba uma ladeira.

Então chega de preguiça, e vamos dar uma acelerada na energia!

Continue Lendo

Pesquisar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar nos títulos
Pesquisar nos conteúdos
Pesquisar nos posts
Pesquisar nas páginas

PARCEIROS

Newsletter

Cadastre-se para receber nossas novidades!

Facebook

Instagram

Instagram did not return a 200.

Siga-me!

Mais Acessados

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com