Connect with us

Testes e lançamentos

Com vocês, a Triumph Street Scrambler, ela encara qualquer parada!

Publicado

em

Texto: Eliana Malizia   |   Fotos: Gustavo Epifanio

O modelo scrambler , o que significa?

Tudo começou nos anos 50 para batizar as motos adaptadas para corridas na terra. As adaptações contavam com pneu para terra, escapamento alto e guidão largo. O nome veio da expressão “to scramble”, que é quando se sobe uma colina rapidamente usando os pés e as mãos.

Com isso, nos anos 60, os fabricantes passaram a usar o termo para suas motos já adaptadas de fábrica. E adivinha qual foi um dos modelos mais famosos? Acertou se respondeu ” Triumph Scrambler”.

Motor

Esse motor gera 54 cv a 5.900 rpm e tem torque de 8,15 kgf.m a 3.230 rpm. O motor tem muito torque em baixa rotação, daquelas motos que quando farol abre, você sai na frente de todos. Em média e alta, o motor tem entrega elástica. A Street Scrambler é equipada com um motor de 900 cc, SOHC – Single Overhead Camshaft, (comando simples de válvulas no cabeçote). Motor arrefecido à líquido, com 8 válvulas. Sobre a vibração? Boas notícias, a vibração é quase zero!

Painel e Rodas

O painel conta com velocímetro analógico, conta giros digital, hodômetro com dois marcadores parciais e um total, indicador de marcha, , autonomia de combustível, consumo médio e instantâneo, e também configurações como controle de tração e controle do ABS.

As rodas são raiadas, com 19° na dianteira e 17° na traseira, calçada com pneus Metzeler Tourance EXP ( pneu bastante usado no universo das motos bigtrail). Afinal a scrambler é para colocar na terra também, ela encara qualquer parada, mas calma, não indico para estradas de terra nível “hard”. De resto, ela vai que vai…

Ela encarou até mesmo as terrinhas mais fofas

Suspensões e Freios

As suspensões da Street Scrambler trabalham muito bem e depois de acelerar muitos dias, inclusive em estradas de terra, não tenho o que me queixar. A suspensão dianteira conta com garfos da Kayaba, com curso de 120 mm e a traseira tem um sistema de amortecedores duplos, com o mesmo curso 120 mm, e com ajuste de pré-carga da mola.

Os freios; na frente é um disco de 310 mm e na traseira um disco de 255 mm, com ABS que pode ser desligado.

A lanterna traseira é em LED e sob o banco do piloto existe uma tomada USB para carregar dispositivos eletrônicos.

Escapamentos e Estilo

O som que sai dos dois escapamentos é maravilho, e com o tempo a manta vai se soltando, e com isso o som fica mais aberto e ainda melhor.

Estilo ela tem de sobra; e o que chama mais atenção, sem dúvidas é o escapamento alto e duplo. E sim, se pegar transito lento você vai sentir o calor do escapamento na perna, mas nada que incomode.

O que me chama muito atenção no modelo, que os dois lados da moto são diferentes ao ponto de parecerem motos distintas; um lado, o escapamento duplo, passando uma aparência de moto mais robusta e até mais alta do que ela é. Do outro, um lado mais pelado, deixando mais evidente seu design clássico. Ficava na dúvida de qual lado dela eu posicionava para as fotos, os dois lados me agradam muito.

Conforto

O banco é bastante confortável, as suspensões como já disse trabalham muito bem, o guidão largo faz com que o peito fique aberto e cotovelos um pouco flexionados, um conjunto que me agradou bastante. Não fiz viagens longas, talvez o vento no peito por muito tempo, possa incomodar. Mas isso é bastante relativo, tem quem não gosta de acessórios, como exemplo; o para brisa . Falando em acessórios, a Scrambler pode ser incrementada , são mais de 150 deles.

Autonomia – 21 km/litro | Capacidade do tanque de combustível – 12 litros | Preço – R$ 42,990.oo

 

Ficha Técnica

MOTOR E TRANSMISSÃO

Tipo

SOHC, arrefecimento líquido, 8 válvulas

Cilindrada

900 cc

Diâmetro X Curso

84,6 / 80 mm

Compressão

10,55:1

Potência Máxima

54,3 cv a 5.900 rpm

Torque Máxima

8,15 Kgf.m a 3.230 rpm

Alimentação

Injeção eletrônica

Transmissão final

Corrente

Caixa de câmbio

5 velocidades

CHASSI

Quadro

Berço de aço tubular

Braço oscilante

Duplo, de aço tubular

Roda dianteira

32 raios – aros de aço, 19 x 2,5 pol

Roda traseira

32 raios – aros de aço, 17 x 4,25 pol

Pneu dianteiro

100/90 R19

Pneu traseiro

150/70 R17

Suspensão dianteira

Garfos telescópicos Kayaba com 120 mm de curso

Suspensão traseira

Duplo amortecedor Kayaba com 120 mm de curso e ajuste da pré-carga de mola

Freio dianteiro

Disco único de 310 mm, pinça flutuante de 2 pistões Nissin, ABS

Freio traseiro

Disco único de 255 mm, pinça flutuante de 2 pistões Nissin, ABS

Painel de instrumentos e funções

Velocímetro analógico, hodômetro, indicador de marcha, nível de combustível, indicador de manutenção, relógio, 2 hodômetros parciais, consumo médio e atual de combustível, controle de tração, sistema de monitoramento da pressão dos pneus (TPMS)

DIMENSÕES E PESO

 

Largura

831 mm

Altura sem espelho

1120 mm

Altura do Assento

790 mm

Distância entre eixos

1446 mm

Inclinação

25.6º

Trail

109 mm

Peso seco

206 kg

Pesquisar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar nos títulos
Pesquisar nos conteúdos
Pesquisar nos posts
Pesquisar nas páginas

PARCEIROS

Newsletter

Cadastre-se para receber nossas novidades!

Facebook

Instagram

  • Não importa o modelo, toda moto foi feita  para fazer curva. Vamos  trocar dicas para não errar ou se atrapalhar  na hora da curva? Primeira dica:  O OLHAR - você deve olhar  para onde se quer ir, é a primeira dica básica e fundamental para acertar a  curva. Vai olhar para o caminhão lá do outro lado da pista? Certamente sua moto vai em direção a ele. Se concentre pra onde você olha na curva, nada de querer olhar o passarinho ou qualquer outra coisa que não seja a direção que a moto precisa “ entrar” na curva! Quem dá mais dicas? No próximo post, vou falar sobre todas as dicas... mas quero saber as dicas de vocês também... vamos lá, escrevam aí....foto by @canelafinafilmes
  • Se ligam aiiii.....eu de POLARIS SLINGSHOT 2018. E já fica a pergunta ...um CARRO ou uma MOTO de 3 rodas? 
A última vez que fui para o festival Daytona Bike Week , passei a maior parte do tempo no Daytona Internacional Speedway, onde rolava varias atrações. E estava rolando o Test Drive ou “ ride” rs , do SLINGSHOT. E lá fui eu claroooo! 
O modelo ( da foto é 2018) de três rodas e dois lugares possui um motor originário da GM, com 2.4 litros Ecotec DOHC desenvolvendo 175 CV de potência e 224 Nm de torque máximo, surgindo acoplado a uma transmissão manual de cinco velocidades e com bancos esportivo, ah, e pesa  793 kg.
Slingshot é fabricado pela Polaris Industries, nos Estados Unidos (Alabama), e eles chamam de “ motocicleta de três rodas”. Bom, pra mim, tem volante? Então não é moto! Mas...
Hoje mesmo, pesquisei com o pessoal da @polarisdobrasil sobre o motor do SLINGSHOT 2020,  e aumentou um bocado, agora com 200 cavalinhos! Ah e não esqueça de arrastar o dedo para o lado, que tem alguns vídeos que gravei por lá, durante a acelerada do SLINGSHOT também eu dando uma “voltinha” com um piloto, só nos Drifts!!! #Slingshot #acelerada #aceleradas #polaris #polarisslingshot #drift
  • Aquela primeira foto postada mostrando só um pedacinho do MariDon, pq ele não é exibido como eu! Massss, passei aqui pra contar pra vocês que tem CUPOM do bom. DIA DOS NAMORADOS CHEGANDO!! Use “ cupomacelerada” e ganhe 15% de desconto em qualquer produto na loja @casadocapacete , mas atenção, apenas para compras feitas pelo site - CUPOM ATIVO SÓ ATÉ DIA 12 de JUNHO!!!! WWW.CASADOCAPACETE.COM.BR #casadocapacete #capacete #tutto #dainese #alpinestars #shoei #astone #ls2 #forza #usecorse #bell #shark #diadosnamorados
  • Hoje acompanhei a Live  incrível da @patrifernandes, e ela tocou em um assunto que nunca havia parado pra pensar....sobre, o que as pessoas que nos acompanham nas redes sociais pensam sobre nós? Qual a imagem que a gente passa pra elas ? ( no caso, vocês). Fiquei curiosa...então segue umas perguntas pra eu ter uma ideia de como vocês me enxergam como pessoa...conto com as respostas de vocês. Obrigadaaaaa!!!! 💋
Se eu fosse um carro, qual carro eu seria?
Se eu fosse uma moto, qual moto eu seria?
Se eu fosse um animal, qual animal eu seria?
Se eu fosse uma marca de roupa, qual marca eu seria?
Se eu fosse uma artista, qual artista eu seria? Ou então pra facilitar, eu pareço ser simpática, chata, metida, humilde , solicita, preguiçosa, agitada, intrigante, burraldinha, atrapalhada, fútil, culta, carinhosa, ogra, vaidosa, relaxada? Enfim.... que imagem eu passo pra vocês? Pode falar parte negativa também, não tenho problemas com críticas ok? Mandam ver! 👊
  • E olha eu aí... na garupa do piloto @piloto_leandromello , melhor que montanha russa, que saltar de paraquedas, que voar de asa-delta, adrenalina total! Quem tem medo não tem a chance da alegria....o corpo recebe uma descarga de adrenalina, responsável por fazer o organismo liberar grandes quantidades de endorfina e serotonina, que são os hormônios responsáveis pelas sensações de prazer e bem-estar, ou seja, da FELICIDADE!
  • Acabou de chegar em casa para test ride e avaliação, com total exclusividade, só pra mim, assim que acabar a “setentena” qual será o destino? Vou pro trilho ou vou pra estrada?
  • A gente pilota de tudo, moto, carrinho de controle de remoto, Mobilete, fogão de vez em quando e alguns anos atrás pilotei Avião ... é... quando fiz meu curso para tirar CERTIFICADO DE PILOTO DESPORTIVO. Quem aí sonha em aprender a pilotar avião? Mesmo que um pequenino ? É assim que começa...
Neste post vou deixar aqui dicas úteis para quem quer começar a aprender a pilotar um ultraleve igual a este aí da foto!! Antes de começar o curso de pilotagem  verifique os níveis de cursos e aprenda por etapas. Meu primeiro curso foi o CPD (Certificado de Piloto Desportivo), esse curso deve ser o primeiro; com essa carteira (certificado), você pode voar até  40km a partir da area de decolagem e sempre pousar na pista que decolou. Depois dessa etapa, vem o segundo curso; CPR (Certificado de Piloto de Recreio), com esse certificado você voar por todo Brasil.
Ahhhh meuuu.... Experiência inexplicável....durante as aulas práticas a felicidade foi imensa, e a primeira vez que pude pilotar sozinha, foi maravilhoso, uma das sensações mais inusitadas da minha vida.  E fica a dica, Escolha uma escola homologada pela ANAC (Agencia Nacional de Aviação Civil). Eu comecei o curso na escola ultra freedom em Tatuí, interior de São Paulo, não terminei, : ( mas quem sabe eu volte ainda este ano? Ah, e tem moto que custa mais cara que este aviãozinho aqui 👆#pilotodesportivo #pilotodeaviao #pilotadeaviao #cpd #cpr #anac #tatui #aeroclube #voandoalto #mulheresqueinspiram #kolbflyer
  • Living a Live!! É.... não tem como fugir, em tempos de quarentena ( setentena) estamos também em tempos de medos, surpresas, mudanças, superações, reflexões...acredito que hoje somos pessoas diferentes, mais humildes, valorizamos mais as coisas pequenas, que não custam muita grana.
O que eu tenho aprendido com todos desafios e barreiras que a vida tem colocado no meu caminho? Priorizar a família, ações saudáveis ( motocar por aí  está incluso rs) e relacionamentos que somam e que tudo isso sim é realmente viver e aproveitar a vida de forma leve.... Nada pode ser muito fácil né? Afinal, se você achar um caminho sem obstáculos, provavelmente ele não te levará a lugar nenhum. E você? Me conta .... Descobriu algo diferente em você nesta quarentena? Foto by @epix.photo @gustavoepifanio
  • Molequices do passado!!! ah....quem não tem histórias “ fora da lei” pra contar vai? Uma hora a gente aprende, hoje tenho juízo 🙌... mas vou contar pra vocês....
Eu e minha amiga Cibele @sayurii_k por diversas vezes partíamos de moto ( ela na garupa levando os skates nos braços) em busca de aventura....procurando uma ladeira para descer de Longboard. Um certo dia...tivemos a ideia de descer o primeiro túnel da imigrantes de long...é...é sério.. conta pra ninguém tá? O plano era sair em um dia que estivesse rolando a operação comboio por causa da neblina , assim teríamos o túnel somente pra nós. E assim foi, seguimos até o túnel, ficamos por ali, “escondidinhas “. E quando parou de passar carro, chegou nosso momento, túnel todo nosso! E lá fomos nós, cabelos ao vento, só quem gosta de skate sabe do que estou falando....fantástico! Não tivemos tempo de fazer fotos, afinal .... estávamos vivendo ali uma aventura pra se fazer uma vez na vida, tínhamos que aproveitar cada segundo, sem tempo para cliques! 
Está foto aí que vocês estão vendo foi um dos nossos momentos de adrenalina, não podíamos ver uma decidinha, mas está aí foi suave.....O videozinho seguinte sou eu curtindo o longboard no parque do Ibirapuera, era a terapia da noite! E você já fez uma maluquice em busca do vento? #MeuPassadoMeCondena #Acelerada #HistoriasProibidas #longboardgirl #Longboard

Siga-me!

Mais Acessados

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com